Imagem

Imagem

Está doendo muito

Viver dói, e talvez eu não seja forte o suficiente para superar essa dor. Eu não sei porque o que me deu a vida, achou que eu aguentaria, a dor de viver, não tem dor pior e talvez eu não seja forte o suficiente.
Você não pode me julgar pois as pessoas sentem de forma diferente, algo que me deixou muito mal se talvez acontecesse com você, não doesse tanto, ou até doeria ainda mais, o que acontece é que não sei de verdade se alguém entenderia a sua dor. As vezes penso que talvez eu apenas devesse morrer ou talvez, eu devesse deixar de existir. Morrer talvez seria não ter mais vida, um coração que não bate, porém não existir dói mais, seria simplesmente não ter mais prazeres da vida, não ter uma vida social, estar ao lado de pessoas e não fazer diferença se estar ali ou não, isso para eu é como não existir, é ser um ser invisível. Então talvez eu nunca tenha existido, pois não tenho esses prazeres. No fim não sei para o que nascemos. Vivos estamos, mas existir? Isso é diferente.
 Talvez devêssemos mesmo sempre dar o melhor naquilo que fazemos, tentar fazer feliz a quem amamos, mas nem  receberemos o mesmo. As vezes se esforçamos para algo que no fim vemos que não valeu a pena. Que tudo que você fez não tem importância. Talvez você esperou demais e recebeu de pouco, de repente você não devesse esperar mais nada de outra pessoa, se quer esperar algo, espere sempre o pior, assim talvez você não se decepcione.
Se hoje o dia foi ruim, sorria, amanhã pode ser um dia horrível.
 Se você vive, vai doer.
 De todas as dores a dor da vida é a pior.
 O que quero dizer é que se você vive, em alguns momentos você vai sofrer, vai chorar, vai desejar nunca ter existido. De fato, devemos aceitar que isso faz parte da vida e que momentos melhores virão, o problema é que as vezes a dor é tão grande ao ponto de poder custar a sua própria vida.
 Viver? Eu já não vivo mais... Talvez eu ainda exista, mas viver é diferente.
 A dor de existir dói mais ainda quando se quer morrer.
    Mas e você, você vive? Ou você nem sequer existe?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Uma vez, antes de qualquer coisa, respeite nossa única regra: Sem racismo, machismo, discriminação ou qualquer outro tipo de preconceito ou discurso de ódio.
:) Obrigada pelo comentário, tentarei respondê-lo mais tarde.